Contrato Social

O Contrato Social da Hyperbola é o compromisso que nós, o projeto Hyperbola, fazemos com a comunidade de software livre em geral e nossos usuários em particular. É por isso que nosso contrato social sempre seguirá a filosofia do conhecimento livre. Todas as alterações a este contrato devem ser fiéis ao espírito do movimento do software livre.

1 - Hyperbola é softwere livre

Os “produtos” do projeto Hyperbola seguem as Diretrizes para Distribuições de Sistemas Livres. Eles não incluem ou recomendam software ou documentação não-livre e não fornecem nenhum tipo de suporte para a instalação ou execução de software não-livre. Isso inclui: software proprietário, Serviço como um Substituto de Software (SaaSS), firmware ou blobs que são fornecidos somente como binários.

2 - Hyperbola é cultura livre

Todos os trabalhos documentais e culturais incluídos nos produtos do projeto Hyperbola são cultura livre, com exceção de: trabalhos que indicam um ponto de vista, seções invariantes e textos de capa. Toda documentação e trabalhos culturais criados por ou para Hyperbola são de cultura livre, sem exceções.

3 - Hyperbola e privacidade

O objetivo da Hyperbola é apoiar a privacidade de sua comunidade. Isso inclui o software construído e corrigido para ser protegido contra a vigilância global de dados, revelado na publicação dos documentos da NSA de Snowden, além de pacotes endurecidos adicionais que removem protocolos de nível inferior que podem causar vazamentos de privacidade, metadados/impressões digitais e vulnerabilidades.

4 - Hyperbola e estabilidade

O objetivo da Hyperbola é apoiar a estabilidade em seus produtos. Não incluímos e nem recomendamos software “quebrado por designe”. Um software “quebrado por designe”, significa ter vários problemas técnicos de segurança e estabilidade relatados, ignorados pelos desenvolvedores, tendo novas versões liberadas sem as devidas correções.

5 - Hyperbola e init freedom

O objetivo da Hyperbola é apoiar o init freedom. Trata-se de restaurar uma abordagem sã do PID1, que respeite a diversidade e a liberdade de escolha. A Hyperbola recusa os sistemas init que quebram a portabilidade, ignoram a compatibilidade com versões anteriores e substituem os serviços existentes, forçando a sua adoção (por exemplo, systemd).

6 - Hyperbola e outras distribuições

O objetivo da Hyperbola é apoiar o movimento do software livre, por isso precisamos competir apenas contra softwere não-livre. Outros projetos de software livre devem receber a nossa cooperação, não vamos competir e nem desistimular projetos de softwere livre. A Hyperbola se esforça para apoiar outros projetos de software livre da melhor forma que pudermos e qualquer informação do nosso projeto está disponível para quem precisar. Isso inclui nossos pacotes, repositórios e documentações.

7 - Hyperbola e a nomeclatura

A Hyperbola não incluirá o nome “Linux” ambiguamente em seus projetos. Linux é apenas o kernel, um dos principais componentes do sistema. O sistema como um todo é basicamente o sistema GNU, com o Linux adicionado. Quando há termos que falam sobre variantes do sistema GNU/Linux (muitas vezes chamado de “distros”) nos projetos da Hyperbola, eles serão chamados de “GNU/Linux”. Para as variantes do GNU com diferentes kernels como Hurd, eles serão chamados de “GNU/Hurd”. No entanto, para as variantes do GNU com kernels BSD serão chamados com o prefixo “k” no início do BSD, já que existem sistemas BSD, não apenas os kernels (por exemplo, “GNU/kFreeBSD”). Além disso, é válido o uso de outros símbolos (por exemplo, “GNU+Linux”).

8 - Hyperbola e deblobbed Kernel

A Hyperbola incluirá o sufixo “-libre” para todas as variantes do sistema GNU com qualquer tipo de kernel deblobbed1) que esteja sendo usado e futuros na Hyperbola ou qualquer distro mencionado em projetos Hyperbola. por exemplo. Trisquel GNU/Linux-libre, Hyperbola GNU/kFreeBSD-libre, etc.

9 - Hyperbola, Arch e Debian

A Hyperbola produzirá um sistema operacional que é uma versão livre do Arch GNU/Linux e, possivelmente, outros sistemas baseados em Arch, porém a Hyperbola seguirá a estabilidade, desenvolvimento e manutenção do projeto Debian. Nós forneceremos repositórios e mídia de instalação sem qualquer software não-livre. Todos os sistemas operacionais da Hyperbola serão compatíveis com os sistemas baseados em Arch, para ajudar a migração de sistemas não-livres já instalados. Respeitaremos o design do Arch e as filosofias de estabilidade do Debian, para reduzir o atrito dos pontos de vista do desenvolvedor e do usuário.

10 - Hyperbola e antidiscriminação

Toda a comunidade da Hyperbola deve respeitar a ética da liberdade e o software livre, uma congruência para mostrar o mais profundo respeito entre si. Em nenhuma circunstância, discriminar pessoas com base na idade, gênero, sexo, orientação sexual, deficiência, religião, ideologia, idéias, classe social, nacionalidade, raça, inteligência ou qualquer base análoga. A Hyperbola incentiva a liberdade de expressão. No entanto, não maltrate ou use linguagem ofensiva enquanto estiver participando de qualquer debate na comunidade da Hyperbola. Não sujeita, de qualquer forma, ataque, bullying, perseguição, assédio a qualquer indivíduo (o turno pessoal) ou a um determinado grupo. Não deve insultar nenhum membro da comunidade. Qualquer desrespeito de qualquer desses pontos pode e deve levar à expulsão da(s) pessoa(s) em questão.

11 - Hyperbola e doações

As doações podem ser feitas anonimamente ou usando o nome completo. Qualquer usuário pode doar para o projeto Hyperbola em geral ou para um hacker, artista ou desenvolvedor individual. Todas as doações ajudarão o projeto como um todo e são apreciadas. Você também pode fazer doações privadas aos projetos atuais marcando a doação com o “nome do projeto”.

Mantenedores

pekman 2017/09/13 01:37

Ajude melhorar este artigo

1)
Kernel deblobbed se refere à uma compilação do kernel sem os blobs binários e firmware privativos